quarta-feira, 16 de outubro de 2019

SAÚDE DOS MUNICÍPIOS DO NOROESTE AGONIZA POR INCOMPETÊNCIA DE GESTORES DO MUNICÍPIO DE ITAPERUNA-RJ


Segundo informações em relação ao ocorrido no Hospital São José do Avaí de Itaperuna sobre o cancelamento de cirurgias dos Municípios da Região Noroeste nas últimas horas, ocorre por motivos de que a Secretaria Municipal de Saúde de Itaperuna não está repassando ao Hospital a Verba do Ministério da Saúde e do Estado.

Entenda o Caso

São 14 municípios na Região Noroeste Fluminense que dependem dos atendimentos feitos pelos prestadores de serviços principalmente no Hospital de Itaperuna que é referência.

Os recursos para custeio desses atendimentos são repassados Fundo a Fundo, pelo Ministério da Saúde ao Fundo Municipal de Saúde de Itaperuna, e a responsabilidade do pagamento/repasse desses recursos aos prestadores de serviços é da Secretaria Municipal de Saúde de Itaperuna.

Ocorre que, diante dos últimos acontecimentos na gestão de Itaperuna (troca de prefeito e de secretários de Saúde, que em 2 anos e 10 meses de governo já é o quinto secretário a ocupar a chefia da pasta) esses repasses não estão sendo feitos, e o Hospital São José do Avaí que é o maior prestador de serviços da região está "agonizando no CTI", pois alega existir uma série de pendências financeiras sob a responsabilidade da Secretaria Municipal de Saúde de  Itaperuna.

Com isso, a região está "sangrando", pois a prestação dos serviços encontra-se prejudicada, tendo o cancelamento de vários procedimentos que já estavam agendados, e quem sofre com isso é a população da região Noroeste, chegando até ao extremo de alguns pacientes virem a óbito por falta do atendimento médico.

A Secretaria Municipal de Saúde de Itaperuna alega que as pendências existem, causadas pela falta de contratualização (contrato assinado) entre o Hospital e a Secretaria, por esse motivo, existe o impedimento legal para que os pagamentos sejam feitos.

Enquanto se discute a existência ou não de contrato, e falta de competência administrativa para elaboração do documento para respaldar a operação financeira, quem sofre é a população com o descaso dos gestores para agilizar  os trâmites burocráticos e solucionar o problema.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde de Italva informou nesta segunda-feira, 14/10, sobre o  cancelamento de Cirurgias  pelo próprio hospital, ressaltando que, as Cirurgias de outros Municípios da Região Noroeste também foram canceladas.

Uma pergunta que não quer calar: Será que o Estado do Rio de Janeiro está ciente desta mazela com a região Noroeste na área da Saúde?

O Jornal Tempo News encontra-se à disposição das partes que queiram se manifestar.

Fonte: Jornal Tempo News

Um comentário:

  1. Já algum tempo q o HSJA deixa a desejar. Mesmo para atendimento particular (não q haja pessoas mais importantes q outras e sim, para não surgir a esfarrapada desculpa q a desorganização e mau atendimento prestado são resultantes das demandas originada por convênios). A incompetência é tão grande q só perde para a falta de humildade de seus gestores, pois pelo q aparenta, q se recusam admitir q precisam de ajuda de uma equipe de profissionais (auditores e gestores).

    ResponderExcluir