terça-feira, 5 de maio de 2020

Governador Witzel já cogita lockdown no Rio de Janeiro

Antes contrário a ideia, o governador Wilson Witzel já discute abertamente a possibilidade de decretar o lockdown, o isolamento completo, em regiões que considera críticas na propagação do Covid-19. A recomendação, de acordo com o jornal O Globo, foi feita pelo comitê científico que o assessora, e cujas idéias ele tenderia a seguir. Este comitê tem entre os seus membros o ex-ministro da Saúde, José Temporão.
No documento apresentado pelo grupo, eles concluem pela necessidade do lockdown tendo em vista o aumento acelerado da curva e o afrouxamento por parte da população do distanciamento social. Witzel começou a analisar a a nota técnica nesta segunda-feira, mas uma decisão final só deve ser tomada pelo governador do PSC em 11 de maio, quando acaba o prazo das atuais medidas de isolamento.
Para sugerir o lockdown os especialistas levaram em conta:
  • O aumento do número de casos graves no estado;
  • O iminente colapso do sistema público de saúde;
  • experiências internacionais de aprofundamento das medidas de isolamento, tomadas para conter efetivamente o avanço da doença.
A recomendação inclui o total bloqueio de todas as entradas do estado e a distribuições de gêneros essenciais diretamente às casas dos moradores do estado que estão em situação vulnerável.
Temporão disse ao jornal O Globo que o lockdown já deveria ter sido feito, já que seria perceptível que as pessoas não estão cumprindo o isolamento, conforme já noticiamos aqui diversas vezes. Afirmou também que uma restrição maior do transporte público já teria como efeito direto a redução brutal da circulação de pessoas.
Ao programa Roda Viva, Witzel disse que se reunirá com o MP do Rio para discutir punições a serem aplicadas sobre quem descumprir as atuais medidas de quarentena. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário